USUFRUINDO A BELEZA

Deus fez tudo apropriado para seu devido tempo. v.11


Escritura de hoje: Eclesiastes 3:9-13


Exibida num longo corredor do hospital, as cores suaves e os desenhos de índios nativos eram tão cativantes que parei para contemplá-los. Meu marido andava à frente, mas, após passar por outras pinturas, eu parei para fixar o olhar numa só. “Linda”, sussurrei.

Muitas coisas na vida são de fato lindas. Belos quadros. Vistas panorâmicas. Obras de arte. Mas o mesmo acontece com o sorriso de uma criança, o cumprimento de um amigo, o ovo azul de um pintarroxo, a textura das conchas. Para aliviar os fardos que a vida pode impor, “Deus fez tudo apropriado para seu devido tempo” (v.11). Em tal beleza, explicam os estudiosos da Bíblia, temos um vislumbre da perfeição da criação divina — incluindo a glória do Seu futuro reinado perfeito.

Como só podemos imaginar tal perfeição, Deus nos concede um gostinho na beleza da vida. Desta maneira, Deus “colocou um senso de eternidade no coração humano” (v.11). Alguns dias, a vida parece cinza e fútil, porém, Deus, misericordiosamente, provê momentos de beleza.

O artista Gerard Curtis Delano compreendeu isso e disse: “Deus me deu o talento para criar beleza e é isso que Ele quer que eu faça”.

Como reagir ao vermos tanta beleza? Podemos ser gratos a Deus pela eternidade enquanto nos alegramos com a glória que já contemplamos.




1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo